Caçarola de coelho com feijoca e serpão / Rabbit casserole with wild thyme (Serpão) and feijoca (broad beans)

Marine os pedaços de coelho em vinho tinto, alho e serpão, de preferência de um dia para o outro. Saltear o coelho em azeite e alho para selar. Garantir que fica corado em todos os lados. Depois adicionar cebola às rodelas e a marinada e deixar cozer o coelho. Não tenha pressa. A meio da cozedura adicione as feijocas já cozinhadas em sal e um pouco de cominhos. Antes de servir, polvilhe com um pouco mais de serpão.

Este prato, ideal para um dia frio de Outono, pode ser acompanhado por umas batatas assadas no forno. A não faltar: um vinho tinto da serra de Portalegre.

 

_______________________________________

 

Imagine the Portuguese countryside, in a foggy day. Marine pieces of rabbit red wine, garlic, wild thyme, preferably from one day to another. Sauté the rabbit in garlic and olive oil to seal. Ensure that turns on all sides. Then add sliced onions and the marinade and cook the rabbit. Do not rush. The cooking medium then add the already cooked feijocas (broad beans) in salt and a little cumin. Before serving, sprinkle with a little more wild thyme.

This dish, ideal for a chilly fall day, may be accompanied by a baked potato in the oven. Not to miss: a red wine from the hills of Portalegre. Dear stranger, this wine combines the features of a tall wine with the sweetness of our Alentejo wine.

Advertisements

Folhado de coelho selvagem/Wild rabbit puff

Para o Outono! Quando as folhas começam a cair…

Tempere o coelho partido aos pedaços com louro, tomilho, alho, pimenta, vinho branco, sal. Deixe pelo menos 24 h. Se não tiver coelho bravo, use outro, acrescentando um pouco de chá de carqueja frio (segredo antigo).

Retire da marinada e salteie em azeite até ficar dourado. Retire o coelho e, na mesma frigideira, coloque cebola e cenouras em cubos e alho. Deixe refogar um pouco e volte a adicionar o coelho, acrescentado a marinada. Deixe cozinhar até a carne começar a descolar dos ossos. Retire o coelho e desfie a carne. Deixe o molho reduzir, voltando a adicionar a carne e deixando arrefecer. Acrescente um pouco de requeijão desfeito.

Use duas rodas de massa folhada para fazer um pastel, pincelado com gema por cima. Vai ao forno a 180 graus até ficar dourado. Quando sair do forno, acrescente mais um pouco do tomilho picado para que fique colado.

Convide amigos esfomeados e delicie-se num jantar com um vinho do douro com cinco anos… tinto, claro!  Sinta a interação do tomilho com o vinho.

______

For Fall! When the leaves begin to fall …

Season the rabbit pieces with laurel, thyme, garlic, pepper, white wine, salt. Let it rest at least 24 h. If you don’t have wild rabbit, use any other, adding a little cold gorse tea (ancient secret).

Remove from marinade and saute in olive oil until golden. Remove the rabbit, and in the same skillet, place diced onions and carrots and garlic. Let it cook a bit and re-add the rabbit and the marinade. Let cook until the meat starts to lift off the bones. Remove the rabbit and shred the meat. Let the sauce reduce, returning to add the meat and let cool. Add smashed cheese curd.

Use two circles of puff pastry to make a pie, brushed with egg yolk on top. Goes in the oven at 180 degrees until golden. When out of the oven, add some more chopped thyme that should glue on the top.

Invite hungry friends and enjoy in a dinner with a wine from the Douro five years old… red wine, of course! Feel the interaction the with thyme.