Caçarola de coelho com feijoca e serpão / Rabbit casserole with wild thyme (Serpão) and feijoca (broad beans)

Marine os pedaços de coelho em vinho tinto, alho e serpão, de preferência de um dia para o outro. Saltear o coelho em azeite e alho para selar. Garantir que fica corado em todos os lados. Depois adicionar cebola às rodelas e a marinada e deixar cozer o coelho. Não tenha pressa. A meio da cozedura adicione as feijocas já cozinhadas em sal e um pouco de cominhos. Antes de servir, polvilhe com um pouco mais de serpão.

Este prato, ideal para um dia frio de Outono, pode ser acompanhado por umas batatas assadas no forno. A não faltar: um vinho tinto da serra de Portalegre.

 

_______________________________________

 

Imagine the Portuguese countryside, in a foggy day. Marine pieces of rabbit red wine, garlic, wild thyme, preferably from one day to another. Sauté the rabbit in garlic and olive oil to seal. Ensure that turns on all sides. Then add sliced onions and the marinade and cook the rabbit. Do not rush. The cooking medium then add the already cooked feijocas (broad beans) in salt and a little cumin. Before serving, sprinkle with a little more wild thyme.

This dish, ideal for a chilly fall day, may be accompanied by a baked potato in the oven. Not to miss: a red wine from the hills of Portalegre. Dear stranger, this wine combines the features of a tall wine with the sweetness of our Alentejo wine.

Advertisements

Arroz de Forno à Antiga / Ancient Oven Rice

Nesta receita tem de assegurar a proporção de 2 de líquido para 1 de arroz.

Ferva um litro de água e acrescente um pouco de carne de porco e de vaca e um chouriço, juntamente com uma cebola, salsa e serpão, tudo picado finamente. Deixe cozinhar pelo menos uma hora. Coe o caldo e acrescente açaflor moído.

Num tacho de barro para o forno, coloca-se o caldo e vai ao lume para ferver. Neste momento junta-se meio quilo de arroz. Quando levantar de novo a fervura, vai para o forno cozinhar e secar. Para ficar mais bonito, retire uns minutos antes coloque umas rodelas de chouriço por cima e volta ao forno só para cozinhar as rodelas. Quando sair do forno perfume com um pouco mais de serpão.

Dá trabalho é verdade. Mas antigamente os pratos eram mesmo slow food. Vale a mesmo pena! Pense nesses tempos acompanhando com um vinho velho do douro.

 

_____________________________

 

In this recipe you have to ensure that liquid ratio of 2 to 1 of rice.

Boil a liter of water and add a bit of pork and beef and chouriço (Portuguese sausage), along with an onion, wild thyme (Serpão)and parsley, all finely chopped. Simmer at least one hour. Strain the broth and add grounded safflower.

In a clay pot to use on the oven, place the broth and heat until boiling. At this time joins half a kilo of rice. When boiling up again, goes to the oven and cook dry. To look better, take a few minutes before and put some slices of chouriço on top and return to oven just to cook the slices. When exiting the oven scent with a bit of wild thyme.

It’s a lot of work. Yes. But once upon a time the dishes were really slow food. It’s worth it! Think of those times with a bottle of Douro region old wine.